Swim Channel

Arquivo : águas abertas

Ana Marcela Cunha e Diogo Villarinho vencem em Porto Belo
Comentários Comente

swimchannel

Foi dada a largada para a temporada 2017 de águas abertas da CBDA com a realização da primeira etapa do Campeonato Brasileiro e da Copa Brasil no litoral de Santa Catarina. Os participantes tiveram que contornar a nado a ilha de Porto Belo em uma meia maratona de 5 km de distância. Foi o pontapé inicial dos circuitos nacionais que ainda tem calendário indefinido e não tem estimativa de quantas etapas serão realizadas ao longo da temporada. Em Porto Belo a vitória na prova principal ficou com dois atletas da seleção brasileira.

A prova feminina foi bastante acirrada com sete segundos separando a primeira da quinta colocada. Após ter sido a melhor brasileira na maratona de Abu Dhabi válida pela Copa do Mundo da Fina, Ana Marcela Cunha triunfou em Porto Belo ao concluir a meia maratona em 1h00min53s. A atleta da Unisanta assumiu a liderança logo no início e depois apenas administrou a vantagem para começar o circuito 2017 com vitória. O pódio ainda teve duas atletas do Grêmio Náutico União: Betina Lorscheitter (1h00min55s) e Viviane Jungblut (1h00min57s). O destaque ficou por conta de Joanna Maranhão, que disputou sua primeira prova oficial de águas abertas e terminou na quarta colocação com 1h00min59s.

Ana Marcela foi campeã no feminino – Foto: Satiro Sodré/SSPress

Entre os homens quem levou a melhor foi Diogo Villarinho. Após um 2016 complicado, foi diagnosticado com câncer na tireoide, se recuperou, mas não conseguiu uma vaga para os Jogos do Rio-2016, o nadador do Minas TC teve um forte sprint final depois cruzar a última boia e arrancou para a vitória em 57min29s. Diogo também nadou em Abu Dhabi e afirmou que a vitória em Porto Belo lhe dá confiança para o resto da temporada. O pódio ainda teve os nadadores Fernando Ponte e Victor Colonese, separados por apenas um segundo: 57min36s contra 57min37s.

Na Copa Brasil, que ao contrário do Campeonato Brasileiro é dividida por faixas etárias, a vitória no geral ficou com Luiz Lima. O veterano nadador dos Gladiadores, que se prepara para disputar os Jogos Mundiais Masters na Nova Zelândia, conclui a prova em 1h01min44s. Entre as mulheres a mais rápida nos 5 km foi Alessandra Pereira, atleta do São Bento que nadou em 1h09min04s. Para conferir os resultados do Campeonato clique aqui e para checar os da Copa Brasil veja aqui.

Diogo Villarinho começa 2017 com vitória – Foto: Satiro Sodré/SSPress

A próxima etapa do Campeonato Brasileiro e da Copa Brasil já foram definidas e serão Foz de Iguaçu, no Paraná, nos dias 11 a 13 de maio. Pelo campeonato a prova terá 10 km de distância e será a seletiva nacional para o Campeonato Mundial de Budapeste. Pelos critérios definidos pela CBDA serão convocados entre quatro e oito nadadores para integrar a equipe que nadará na Hungria no mês de julho.

Por Guilherme Freitas


Marcos Fraccaro e Catarina Ganzeli vencem o Aloha de Ilhabela
Comentários Comente

swimchannel

A Praia do Perequê em Ilhabela foi palco neste último fim de semana da etapa inaugural da temporada 2017 do Festival Aloha Spirit. O evento, que nasceu realizando provas de Canoa Havaiana, teve 1500 atletas de diversas modalidades aquáticas am ação. E nem o tempo chuvoso e fechado que pairou sobre o litoral paulista durante todo o fim de semana desanimou os participantes. Para reduzir a ansiedade que uma competição passa aos atletas, a organização trouxe aos presentes um pouco da cultura aloha. Apresentações culturais e um show de uma banda taitiana cantando canções típicas polinésias ajudaram a criar o clima de união entre todos.

Esta etapa também foi a primeira com a direção técnica de Samir Barel nas provas de águas abertas que foram bastante concorridas. O novo formato de disputa foi um dos atrativos para os nadadores que puderam nadar pela primeira vez provas individuais e por equipes. No sábado aconteceram as travessias de 1 km e 2 km e as baterias eliminatórias do revezamento 5x200m. Já no domingo foram disputadas os 3,5 km e as finais do revezamento 5x200m. Na água dois nadadores se destacaram: Marcos Fraccaro e Catarina Ganzeli. A dupla competiu nos dois dias e sagrou-se campeã nas distâncias de 2 km e 3,5 km, confirmando a boa fase atual que estão vivendo.

Pódio da prova feminina de 2 km – Foto: Facebook/Reprodução

Já na prova de revezamento a grande campeã foi a Elo Academia de Campinas. Outra atração do Aloha Spirit foi a presença do casal Diogo Yabe e Fabiola Molina. Diogo chegou a nadar a prova de 3,5 km e conseguiu subir no pódio na 3ª colocação. Já Fabiola, que espera a segunda filha do casal, esteve em Ilhabela para prestigiar o evento e foi bastante tietada pelos nadadores e fãs.

A próxima etapa do Aloha Spirit será disputada em Cabo Frio, na bela região dos Lagos, nos dias 2 a 4 de junho. Em breve os resultados completos de todas as provas disputadas em Ilhabela serão divulgadas no site oficial do evento: alohaspirit.com.br/.

Por Guilherme Freitas


Aloha Spirit 2017 terá prova de revezamento
Comentários Comente

swimchannel

No próximo fim de semana a cidade de Ilhabela será palco da primeira etapa do Festival Aloha Spirit 2017. Organizado pela EcoOutdoor Sports Businesss, o evento nasceu da canoa havaiana e ao longo dos anos expandiu suas ações agregando outras modalidades aquáticas. Hoje o Aloha promove uma vasta diversidade de modalidades reunindo atletas de vários esportes aquáticos entre stand up paddle, paddle board e surfski, além de quatro eventos de natação em águas abertas.

Em Ilhabela haverá três provas individuais sendo que no sábado dia 18 acontecem as provas mais curtas de 1 km e 2 km com largada a partir das 8h na Praia do Perequê. No domingo será realizada a versão de 3 km também com largada as 8h só que na Vila de Ilhabela, no Centrinho, e chegada na Praia do Perequê. A grande novidade da temporada, porém, é o Aloha Water Relay

Pela primeira vez haverá provas de revezamento no Aloha – Foto: Alessandro Socci

Pela primeira vez em sua história o Aloha Spirit disponibilizará a opção para nadar em revezamento. A prova de 5x200m é mista e deverá ter cinco integrantes sendo ao menos um deles do sexo oposto. Cada atleta nadará 200 metros e o evento vai acontecer em dois dias, seno que no sábado acontecerão as baterias eliminatórias a partir das 14h30. No domingo é a vez da bateria final as 10h40 que vai premiar as três primeiras equipes. Além das ações dentro d’água acontecerão atividades especiais para os participantes do evento como uma aula de yoga coletiva, provas para crianças, slackline e uma festa de confraternização com música ao vivo.

A partir deste ano o Aloha conta com a direção técnica de Samir Barel como contamos aqui. Para maiores informações sobre a primeira etapa do circuito 2017 acesse o site oficial do evento clicando aqui.

Por Guilherme Freitas


Disputas acirradas no primeiro Rei e Rainha do Mar 2017!
Comentários Comente

swimchannel

Aconteceu neste fim de semana no Rio de Janeiro, nas águas do Arpoador e do Leblon, a primeira etapa do Circuito 2017 do Rei e Rainha do Mar. Nem um forte nevoeiro que atingiu a orla carioca e atrasou a largada desanimou os milhares de atletas estiveram presentes no evento que contou com quatro provas de natação em águas abertas: o Sprint (1 km), o Classic (2 km), o Challenge (3,5 km) e o Super Challenge (7 km), categoria criada no fim do ano passado como uma forma de homenagear a medalha olímpica de Poliana Okimoto e que veio para ficar.

Na prova masculina do Super Challenge a chegada foi bastante acirrada e apenas cinco segundos separaram os três primeiros colocados da disputa. A vitória ficou com Pedro Morrot que cruzou a linha de chegada em 1h23min11s e venceu a primeira disputa da temporada. Dois segundos após chegou o experiente Artur Pedroza e três segundos atrás dele veio Luiz Felipe Lebeis com 1h23min16s. Um pouco depois vieram os dois Aquamans Marcos Campos e Samir Barel, respectivamente em quarto e quinto lugar.

Catarina Ganzeli venceu o Super Challenge feminino – Foto: Rei e Rainha do Mar/Reprodução

No feminino novamente Catarina Ganzeli foi a campeã do Super Challenge. Na prova do ano passada, disputada junto com o desfio de elite, a nadadora já havia triunfado nos 10 km. Desta vez ela ganhou a prova de 7 km com distância até que tranquila em relação a vice-campeã Beatriz Pucciarelli. Catarina pisou na praia do Leblon em 1h35min03s e cerca de dois minutos depois chegou Beatriz. O pódio foi completado por Virginia Pedroza que marcou 1h43min29s.

Nas demais provas também aconteceram provas com chegadas emocionantes, principalmente com Flavio Monteiro e Andre Castelucio disputando o segundo lugar do Challenge masculino. Ambos chegaram praticamente juntos, mas Flavio teve uma vantagem de centésimos de segundos e ficou com a medalha de prata. A vitória foi de Daniel Cunha com 44min29. No feminino triunfo de Luiz Braga com 48min48s, seguida por Emanuelly Batista e Claudia Costa. No classic os campeões foram Maria da Silva Costa no feminino e Matheus Avellar no masculino. E no sprint o troféu de campeão ficou com Ludmila Costa e Marcos Campos.

Pedro Morrot, o campeão do Super Challenge masculino – Foto: Rei e Rainha do Mar/Reprodução

A próxima etapa do Circuito Rei e Rainha do Mar na Pedra do Pontal, no Rio de Janeiro em data ainda a ser confirmada. O circuito chega ao fim em dezembro com a última etapa em Copacabana, que será mais uma vez disputada juntamente com o Desafio de elite. Confira todos os resultados da primeira etapa clicando aqui.

Por Guilherme Freitas


Swim Channel TV: XTerra Swim Challenge 2017
Comentários Comente

swimchannel

Que tal nadar nas águas do Rio Amazonas? Ou durante a noite nas dependências de um resort em Mangaratiba? E porque não nadar em Ilhabela e no meio da prova sair da água, correr na areia, saltar de um píer de 3 metros e voltar a nadar? Esses são alguns dos desafios do XTerra Swim Challenge 2017, o circuito de esportes off road mais famoso do mundo. No Brasil o evento é organizado pela X3M Sport Business e este ano terá seis etapas com disputas de travessias de águas abertas de 1,5 km e 3 km. Descubra mais sobre o Swim Challenge, que promove o conceito de natação adventure, no novo episódio da Swim Channel TV. Assista o programa abaixo e não se esqueça de curtir o vídeo e assinar o nosso canal no Youtube!

Roteiro: Patrick Winkler e Guilherme Freitas

Produção, Edição e Finalização: Thiago Tognozzi e Klaus Bernhoeft

Mais detalhes do evento em: http://xterrabrasil.com.br/tour-2017/


Um fim de semana intenso na Ilha do Mel
Comentários Comente

swimchannel

Nos dias 22 e 23 de abril a Ilha do Mel será palco de um dos maiores eventos de esportes aquáticos da temporada. Localizada no oeste do estado do Paraná, a cerca de 120 km da capital Curitiba, a Ilha do Mel faz parte do município de Paranaguá e é conhecida por ser um dos locais mais interessantes do sul do Brasil devido suas belas paisagens naturais, o clima de cidadezinha do interior e praias agitadas que são ótimas para o surf. Mas não é só por isso que o arquipélago ganha fama. O local também é conhecido pela comunidade aquática por sediar um dos maiores eventos de águas abertas do Brasil.

Promovido pela agência esportiva Correr & Nadar, o fim de semana na Ilha do Mel promete muita natação e esportes aquáticos para os aficionados. Haverá disputas de águas abertas, corrida, aquathlon, stand up paddle e caminhada. Serão ao todo cinco distâncias de natação em águas abertas: 600m, 1,5 km, 4 km, 10 km e 20 km. No sábado, dia 22, acontecerão as provas maiores chamadas de “Ultra Maratona Aquática”. Indicadas para nadadores mais experientes, as duas travessias contam com beleza única, já que é possível visualizar as belezas da ilha durante as braçadas. O nível de dificuldade para os participantes é um pouco devido a mudança de maré ao longo do percurso e caso seja seu dia de sorte poderá ser acompanhado por golfinhos ao longo da prova.

Vista do Farol das Conchas na Ilha do Mel – Foto: Reprodução

No domingo, dia 23, é a vez das provas mais populares e de menor distância. Com a expectativa de atrair cerca de 700 atletas o evento recebe o nome de “Maratona Aquática Farol ao Forte” por ligar justamente os dois pontos mais famosos da ilha, com largada no Farol das Conchas e chegada ao Forte da Ilha do Mel. É uma prova tranquila de ser realizada, já que nesta época do ano a temperatura da água não é muito gelada e o trajeto normalmente é feito a favor da correnteza. De acordo com o regulamento todos os nadadores podem competir nos dois dias, contando que nadem apenas uma prova em cada dia. E se a temperatura da água cair os trajes de neoprene serão liberados para uso.

Além das travessias haverá um prova de aquathlon com o percurso total de 6,5 km, sendo 1,5 km de natação e outros 5 km de corrida. As outras modalidades serão o stand up paddle (com distância de 4 km e 20 km) e a corrida e caminhada noturna (com percurso de 5 km). Ou seja, um final de semana insano para quem gosta de esportes, aprecia um lindo local com belezas naturais e pode aproveitar o fim de semana de viagem para conhecer um pouco mais da ilha.

Atleta durante prova do Correr & Nadar – Foto: Organização do evento

As inscrições para todos estes eventos já estão abertas e vão até o dia 14 de abril. Elas podem ser feitas através do site da SWIM CHANNEL, no nosso novo serviço chamado Inscrições de prova. Os interessados em nadar a III Ultra Maratona Aquática (provas de 10 km e 20 km) podem clicar aqui e fazer a sua. Já para quem procura uma prova menor e que nadar VII Maratona Aquática Farol ao Forte (provas de 600m, 1,5 km e 3 km) devem fazer sua inscrição aqui. As inscrições para o III Aquathlon da Fortaleza estarão disponíveis em breve também no nosso site. Para mais detalhes sobre o calendário e informações sobre o Correr & Nadar visite o site oficial da agência clicando aqui.

Por Guilherme Freitas


Viajando para não ficar parado
Comentários Comente

swimchannel

A natação brasileira passa por um momento turbulento atualmente com indefinição política da Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos e menos dinheiro disponível em caixa para realização de campeonatos. Enquanto a CBDA não divulga seu calendário oficial de competições para a temporada 2017, os atletas de elite precisam se virar para competir e manter-se em atividade visando a temporada que terá um Campeonato Mundial pelo caminho em agosto.

O grupo de nadadores que vive e treina nos Estados Unidos já caiu na água para disputar medalhas este ano. Bruno Fratus, Marcelo Chierighini, Matheus Santana, João de Lucca e Felipe Lima estiveram em ação no Arena Pro Swim Series de Indianápolis no último fim de semana contra medalhistas olímpicos no Rio-2016 como Adam Peaty e Nathan Adrian. Em janeiro, Matheus já havia ido a Suíça nadar uma competição com a equipe do SwimMAC.

Joanna Maranhão nada em Madri nesta semana – Foto: Satiro Sodré/SSPress

No próximo fim de semana Joanna Maranhão disputará sua primeira competição em 2017. Estreando pela Unisanta, a nadadora participará do Open Absoluto de Madri onde nadará cinco provas. No final de março os brasileiros vão invadir o Paraguai para disputar o Campeonato nacional em Assunção. A equipe do Pinheiros já confirmou que levará alguns atletas, mas ainda não definiu um número exato.

Os nadadores de águas abertas também estão cruzando o mundo para competir. Cincos atletas da seleção viajaram para Abu Dhabi para nadar a segunda etapa da Copa do Mundo da Fina de 10 km: Poliana Okimoto, Ana Marcela Cunha, Allan do Carmo, Betina Lorscheitter e Diogo Villarinho. Enquanto o futuro da natação brasileira segue indefinido os nadadores sabem que não podem ficar parados e precisam competir. Nem que para isso tenham que sair do país.

Por Guilherme Freitas


Swim Channel TV: Natação para quem tem medo de mar
Comentários Comente

swimchannel

Você gosta e pratica natação, mas nunca fez uma travessia em águas abertas porque tem medo de nadar no mar? Não se preocupe, afinal, até a medalhista olímpica Poliana Okimoto tinha medo de cair encarar o mar e seus animais marinhos. Mas saiba que a natação no mar não é esse bicho de sete cabeças e com treinamento adequado você vai perder essa fobia. Por isso o novo episódio da SWIM CHANNEL TV apresentamos conselhos do técnico Almir Marchetti indicados para quem esta disposto a perder o medo de nadar no mar. Assista o vídeo abaixo e não se esqueça de curtir o vídeo e assinar o nosso canal no Youtube!

Dicas: Almir Marchetti

Roteiro: Patrick Winkler e Guilherme Freitas

Produção, Edição e Finalização: Thiago Tognozzi e Klaus Bernhoeft


Desafios Aquaman encara uma nova missão
Comentários Comente

swimchannel

A dupla Samir Barel e Marcos Campos não para. Após nadarem muitos quilômetros em águas abertas nos últimos meses (ambos concluíram a Travessia do Leme ao Pontal e Samir ainda nadou a etapa de Santa Fé na Argentina do Grand Prix da Fina), eles já têm um novo desafio para encarar no dia 6 de março: concluir a nado o percurso de 36 km entre Florianópolis e Porto Belo na nova missão do Desafios Aquaman.

Às 4h da próxima segunda-feira a dupla pretende largar para a travessia na Ponta das Canas, em Florianópolis. De lá eles nadarão pela costa catarinense até a cidade de Porto Belo, em uma prova que deve ser concluída em 8 ou 9 horas. Durante o percurso eles terão a companhia de Adherbal de Oliveira, experiente nadador e que tem como meta em completar o Desafio dos Sete Mares nos próximos anos. E o percurso Florianópolis-Porto Belo é uma boa oportunidade para seu treinamento.

Marcos Campos e Samir Barel, os aquamans – Foto: Rômulo Cruz

“Acreditamos que a maratona aquática pode contribuir de forma positiva, diferente e motivadora para os amantes da natação em águas abertas conhecerem o patrimônio natural e histórico brasileiro. Por que não olhar nossas belas paisagens por um ângulo diferente? Esse é um dos grandes benefícios que a maratona aquática proporciona e está mais acessível do que muitos pensam”, disse Samir que assim como seu parceiro de travessias está pronto para encarar mais um desafio. “Os treinos já estão a todo vapor, duas vezes ao dia, para dar conta da alta metragem que teremos pela frente”, conta Marcos.

Desenvolvido pela dupla de nadadores e pelo publicitário Marcos Zica, o Desafios Aquaman tem como objetivo realizar travessias em locais com vasta beleza natural ressaltando suas importâncias históricas e culturais, além de ajudar a alavancar a modalidade das águas abertas e incentivar a participação de atletas de diversos níveis técnicos em futuros eventos.

Por Guilherme Freitas


Paltrinieri debutará nas águas abertas
Comentários Comente

swimchannel

Migrar das piscinas para as águas abertas é algo comum no universo aquático. Existem diversos exemplos de grandes campeões na piscina como os medalhistas olímpicos Oussama Mellouli, Eva Risztov, David Davies e Poliana Okimoto que passaram a disputar provas em águas abertas depois de colecionarem medalhas em competições de natação. E mais um atleta vencedor pretende fazer esse caminho: o atual campeão olímpico dos 1500m livre Gregorio Paltrinieri.

A estreia do italiano em águas abertas já tem data e local para acontecer. Será no dia 26 de março em Eilat, Israel. Paltrinieri vai nadar a prova dos 10 km válida pela primeira etapa da Copa LEN de águas abertas, o circuito de travessias da Liga Europeia de Natação. “Já tinha em mente nadar uma prova assim há muito tempo. Desde criança sempre fui um apaixonado pelo mar e estou animado para encarar este novo desafio. Acredito estar preparada e que este é o momento certo”, disse o nadador ao jornal italiano Corriere della Sera.

Paltrinieri é o atual campeão olímpico dos 1500m livre – Foto: Reprodução

Paltrinieri também escolheu debutar nesta etapa da Copa LEN devido a proximidade da maratona com o início do Campeonato Italiano absoluto de natação, que tem início dia 4 de abril em Riccione. Atual campeão olímpico e mundial dos 1500m livre, o italiano não vai mudar de vez para as águas abertas e abandonar a natação em piscina. Segundo seu técnico Stefano Morini o objetivo é conciliar as duas funções.

“Vamos ver como ele se sairá neste ciclo olímpico nadando tanto em piscina, quanto em águas abertas. Devido sua base de treinamento ele tem capacidade de suportar o ritmo e a distância de uma maratona aquática. Inicialmente seu objetivo é nadar esta prova na Universíade de Taipei em agosto, mas ainda é muito cedo para traçar algum plano visando Tóquio-2020”, conta Morini. O nadador na mesma entrevista afirmou que o Europeu de águas abertas e Copa do Mundo da Fina em 2018 deverão ser os primeiros grandes testes a nível internacional.

Paltrinieri é hoje o melhor fundista do mundo – Foto: Getty Images

Com vários casos de sucesso entre nadadores que deixaram a piscina para se dedicar as águas abertas não seria surpresa ver Gregorio Paltrinieri fazendo o trabalho duplo na próxima Olimpíada. E quem sabe engrossando a lista de campeões nas duas modalidades.

Por Guilherme Freitas