Swim Channel

Arquivo : Caraguatatuba

Circuito Litoral faz sua estreia no calendário de eventos
Comentários Comente

swimchannel

A partir de 2017 os nadadores de águas abertas terão mais uma opção de circuito para poder participar. Trata-se do Circuito Litoral, uma competição que faz sua estreia este ano no calendário de eventos e dá mais uma oportunidade para os atletas se manterem em atividade. Disputado no litoral norte do estado de São Paulo, o campeonato terá ao todo três etapas nesta temporada e oferece pontos para os atletas que serão premiados no fim do certame.

O circuito começa dia 30 de abril em Caraguatatuba na Praia Martin de Sá. No dia 3 de junho ocorre a segunda etapa na Praia do Perequê em Ilhabela e dia 17 de setembro, a Praia do Cruzeiro em Ubatuba encerra a temporada. As provas de águas abertas terão sempre a distância de 1 km, 2,5 km e 5 km.​ O Circuito Litoral também oferece provas de corridas de rua aos participantes nas seguintes distâncias: 5 km, 10 km e 21 km.

Vista da praia Martim de Sá – Foto: Gianni D’Angelo

Poderão participar das provas de águas abertas nadadores a partir de 13 anos de idade de ambos o sexos. Também há uma categoria especial para atletas PCD (pessoas com deficiência) e todos que forem encarar as travessias de 5 km nadarão em uma categoria absoluta que oferecerá premiação especial aos cinco melhores colocados. Todos os demais participantes receberão medalhas de participação e um kit do evento.

As inscrições para a primeira etapa do Circuito Litoral podem ser feitas através do site da SWIM CHANNEL neste endereço aqui e terminam no dia 26 de abril. No momento está vigorando o 2º lote com inscrição no valor de R$ 90,00 para quem for nadar uma prova e R$ 72,00 para quem nadar duas ou três travessias. Idosos e atletas com deficiência e idosos têm 50% de desconto.

Por Guilherme Freitas


Ilha da Cocanha é palco do Desafios Aquaman
Comentários Comente

swimchannel

A Ilha da Cocanha, um dos locais mais belos do litoral norte de São Paulo, foi palco de disputas de mais uma edição do Travessias e Desafios Aquaman, um projeto inovador pelos nadadores Samir Barel e Marcos Campos e também pelo publicitário Matheus Zica. Centenas de atletas viajaram até Caraguatatuba para encarar duas travessias. A organização do evento afirmou que a escolha pelo local de disputa foi devido a facilidade de acesso, beleza natural e condições tranquilas do mar em Cocanha.

As duas provas, short e long, e tinham como atração nadar próximo a Ilha da Cocanha, local que compõe a Mata Atlântica, possui uma rica fauna marítima e é bastante procurado por mergulhadores. No long, que teve percurso de 7 km, os nadadores tiveram que fazer um trajeto longo, passando ao lado da Ilha da Cocanha, chegando a Ilha do Tamanduá onde os atletas fizeram uma hidratação e retornando para a costa de Caraguatatuba. Uma prova desgastante e indicada para atletas experiente, que também acabou sendo a grande atração do evento reunindo 200 nadadores de diversas equipes.

Nadadora durante o evento - Foto: Reprodução do site do evento

Nadadora durante a travessia – Foto: Reprodução do site do evento

No feminino a nadadora Patricia da Silva, da Tubarões Forma D’Água Londrina foi a campeã geral completando o percurso em 1h37min50s. O pódio teve ainda outras duas nadadoras da Elo Academia, Raquel Goto ficou em 2º lugar e Juliana Machado em 3º, com 1h39min37s e 1h40min47s respectivamente. Já na versão masculino título para Marcos Fraccaro da Elo Academia que venceu em 1h27min25s. O jovem Arthur Rizzo,da Vem Nadar, ficou na segunda colocação com 1h27min36s e Carlos Eduardo Pavão da Elo fechou o pódio com 1h27min40s.

A prova short teve a distância 1,5 km sendo disputada em um percurso bem simples, onde os atletas partiram da Praia da Cocanha e contornam quatro boias até voltar a mesma praia. Ao todo foram 235 nadadores em ação que assistiram as conquistas de Vitória Lopes, da Academia Acqua Forma, e Arthur Rizzo, da Vem Nadar. Além das duas provas aconteceram as Travessinhas, provinhas de águas abertas para crianças com distâncias de 100 e 200 metros.

O Desafios Aquaman visa fomentar a modalidade das águas abertas e valorizar o patrimônio histórico e ambiental do Brasil, utilizando o esporte como uma ferramenta de conscientização. Em 2017 eles voltarão com novos desafios e travessias exóticas pelo Brasil. Para ver os resultados completos clique aqui.

Por Guilherme Freitas


Desafios Aquaman na Ilha da Cocanha
Comentários Comente

swimchannel

Cerca de 500 nadadores estarão em ação neste fim de semana para a disputa da Travessias e Desafios Aquaman na bela Praia da Cocanha em Caraguatatuba, litoral norte de São Paulo. O projeto, idealizado pelos nadadores Samir Barel e Marcos Campos e também pelo publicitário Matheus Zica, visa fomentar a modalidade das águas abertas e valorizar o patrimônio histórico e ambiental do Brasil, utilizando o esporte como uma ferramenta de conscientização. Desta vez os atletas nadarão próximos a Ilha da Cocanha, local que compõe a Mata Atlântica, possui uma rica fauna marítima e é bastante procurado por mergulhadores.

Ao todo serão dois percursos diferentes no domingo, dia 27 de novembro. O mais curto deles tem 1,5 km de distância e é indicado para os iniciantes em travessias, além de servir também como treinamento para atletas experientes. O mais longo tem 7 km de distância, com uma parada para hidratação na Ilha do Tamanduá, e é recomendado para nadadores com mais experiência em águas abertas. Para as crianças de 6 a 10 anos haverá uma “Travessinha” com percurso de 200 metros. A retirada dos kits poderá ser feita durante todo o sábado no Quiosque Sol&Cia.

Marcos Campos e Samir Barel,  os aquamans - Foto: Rômulo Cruz

Marcos Campos e Samir Barel, os aquamans – Foto: Rômulo Cruz

Esta etapa do Desafios Aquaman também contará com uma ação social de um grupo de nadadores de Londrina, que estará na disputa em Caraguatatuba. Os atletas propõem que para cada quilometro nadado ao longo dos 7 km da prova longa, seja doado 1 litro de leite para uma instituição de caridade, como uma forma de gerar ainda mais união entre os participantes.

Por Raul Hacker


Vem ai mais uma Travessia Caraguá-Ilhabela
Comentários Comente

swimchannel

No próximo sábado, dia 19 de novembro, acontece uma das mais desafiadoras travessias em águas abertas do Brasil. Uma semana depois da realização de outra tradicional prova, a 14 Bis, as águas do litoral norte paulista serão palco da Travessia Caraguá-Ilhabela, evento que foi disputado pela primeira vez na década de 1940 e onde equipes de revezamento encaram 22 km de natação entre o canal que liga as duas cidades.

Segundo as regras apenas equipes de revezamento podem disputar a travessia. O time precisa ter obrigatoriamente uma mulher entre os quatro membros e cada atleta nadará por exatamente por 30 minutos. Quanto este tempo se esgotar é feita dentro da água a troca dos nadadores. O processo vai se repetindo até o fim da disputa que tem tempo limite de 2 horas após o término da primeira equipe ou duração máxima de 10 horas. Além disso, a organização disponibiliza um barco de apoio para os atletas e o técnico da equipe poderem acompanharem o percurso.

 

Largada da edição passada da Travessia Caraguá-Ilhabela - Foto: Reprodução

Largada da edição passada da Travessia Caraguá-Ilhabela – Foto: Reprodução

 

Esta travessia é famosa por impor diversos obstáculos aos participantes. A começar pela temperatura da água que fica em torno de 22°C e 24°C. As águas da região também são conhecidas pela forte correnteza que muitas vezes atrapalha o nado do atleta que precisa se superar para concluir o percurso. Novamente o ponto de partida da Caraguá-Ilhabela 2016 se dará na Prainha, em Caraguatatuba, com chegada em Ilhabela.

Assim como acontece desde o retorno da prova ao calendário nacional em 2013, a marca de acessórios e materiais esportivos Nabaiji será novamente a patrocinadora da travessia. As inscrições já estão encerradas e ao fim do evento acontecerá uma confraternização com todas as equipes participantes. Para obter mais informações da travessia acesse o site clicando aqui.

Por Guilherme Freitas


Desafio e tradição na travessia Caraguá-Ilha Bela
Comentários Comente

swimchannel

Ocorre no próximo dia 11 de outubro a famosa travessia Caraguá-Ilha Bela, considerada por muitos como uma das mais emocionantes e desafiadoras das águas abertas do país. A prova, uma das mais tradicionais das águas abertas do Brasil, tem 22 km de distância. Ela liga as duas cidades do litoral norte paulista e são percorridos por equipes de revezamento.

Esta prova foi disputada pela primeira vez na década de 1940 quando a largada era realizada na Praia do Perequê, em Ilha Bela, e a chegada era na Praia Martin de Sá, em Caraguatatuba. No ano passado o percurso mudou e os atletas saíram das águas de Caraguá com destino a Ilha Bela, formato que será mantido este ano. Foi em 2013 também que a tradicional travessia voltou ao calendário nacional depois de dez anos de ausência.

Praia do Perequê em Ilha Bela

Vista da praia do Perequê em Ilha Bela – Foto: Reprodução

Como citado acima esta travessia é disputada no formato de revezamento de quatro nadadores e um dos integrantes da equipe precisa ser obrigatoriamente uma mulher. Cada atleta nadará por exatamente 30 minutos e após o término deste período é feita uma troca dentro da água. Esse processo se repete até o fim da disputa. A organização da prova também disponibiliza um barco para os demais membros e o técnico da equipe.

Ao concluir essa prova o nadador deixa a água com a sensação de missão cumprida. Muitos alegam que o mais difícil é a distância e a corrente do mar. Outros alegam que é a temperatura da água que fica em média entre 22 e 24°C. E há aqueles que também consideram que permanecer no barco enquanto seu companheiro esta na água como o mais difícil. Não por querer nadar o tempo todo ou ser obrigado a assistir o amigo nadar, mas pelo enjoo que o balanço do mar pode causar. Curiosamente duas equipes desistiram no meio da travessia no ano passado devido a insistente oscilação da embarcação.

Nesta edição de 2013, a largada da travessia será em Caraguatatuba

A cidade de Caraguatatuba mais uma vez é o palco da largada – Foto: Divulgação

A marca de acessórios e materiais esportivos Nabaiji é a única patrocinadora da Travessia Caraguá-Ilha Bela. A empresa, que também patrocinou o evento ano passado, decidiu apoiar mais uma vez por esta ser uma prova de águas abertas diferente da grande maioria. Afinal, ela une o trabalho em equipe com esporte e diversão em um dos locais mais belos do estado de São Paulo. E ao fim da prova haverá uma confraternização com todas as equipes participantes.

A inscrição para cada equipe será de R$ 1600, com o valor do o barco para transporte do time já incluso. A organização do evento disponibiliza todo o suporte e estrutura para atendimento médico. Para obter mais informações, inclusive como fazer as inscrições, acesse o site: http://www.maratonaaquatica.com.br/.

Por Guilherme Freitas


< Anterior | Voltar à página inicial | Próximo>