Swim Channel

Arquivo : X3M Sports Business

Swim Channel TV: XTerra Swim Challenge 2017
Comentários Comente

swimchannel

Que tal nadar nas águas do Rio Amazonas? Ou durante a noite nas dependências de um resort em Mangaratiba? E porque não nadar em Ilhabela e no meio da prova sair da água, correr na areia, saltar de um píer de 3 metros e voltar a nadar? Esses são alguns dos desafios do XTerra Swim Challenge 2017, o circuito de esportes off road mais famoso do mundo. No Brasil o evento é organizado pela X3M Sport Business e este ano terá seis etapas com disputas de travessias de águas abertas de 1,5 km e 3 km. Descubra mais sobre o Swim Challenge, que promove o conceito de natação adventure, no novo episódio da Swim Channel TV. Assista o programa abaixo e não se esqueça de curtir o vídeo e assinar o nosso canal no Youtube!

Roteiro: Patrick Winkler e Guilherme Freitas

Produção, Edição e Finalização: Thiago Tognozzi e Klaus Bernhoeft

Mais detalhes do evento em: http://xterrabrasil.com.br/tour-2017/


Nadando nas históricas águas de Paraty
Comentários Comente

swimchannel

O XTerra é considerado o maior circuito de triatlo cross country do mundo e no decorrer dos anos expandiu suas disputas passando a organizar eventos de moutain bike, corrida e também natação em águas abertas. A competição inclusive é destaque da edição 21 da SWIM CHANNEL que pode ser adquirida clicando aqui.

Há alguns anos é realizado juntamente com o circuito principal do XTerra no Brasil, organizado pela X3M Sports Business, o Swim Challenge, evento com disputas de natação em águas abertas com algumas curiosidades no decorrer das provas como saltar do alto de um píer ou competir durante a noite, por exemplo. Em 2015 serão quatro etapas na região sudeste (Paraty, Ilhabela, Mangaratiba e Juiz de Fora) e mais uma etapa bônus em Fernando de Noronha. Há duas opções de provas, a sprint (1,5 km) ou a endurance (3 km). E é nas águas da histórica cidade de Paraty que tem início o Swim Challenge 2015 no dia 11 de abril.

XTerra Swim Challenge: adrenalina nas águas abertas - Foto: X3M Sports Business

O XTerra Swim Challenge é pura adrenalina nas águas abertas – Foto: X3M Sports Business

Como citado acima, cada etapa terá uma peculiaridade durante o percurso. Em Paraty será o “zigue-zague”. Ao contrário da maioria das provas de águas abertas que apresentam disputas em percursos em linha reta ou em formato de triângulo, a primeira etapa do Swim Challenge 2015 será totalmente em formato de curvas, onde o nadador terá que contornar boias ao longo da travessia aquática. E tudo isso numa cidade com muita história e tradição cultural.

“A expectativa da organização é levar os atletas a terem uma experiência única em um lugar diferente e histórico como é a cidade de Paraty. Sair da rotina dos treinos semanais e desfrutar de um final de semana de esporte e natureza junto com a família e os amigos”, conta Henrique Werneck responsável pela área de comunicação da X3M. Esse clima positivo será um dos atrativos para os cerca de 360 nadadores esperados para participar das provas. Lembrando que além das disputas em águas abertas haverá corridas noturnas de 7 km e 21 km, uma prova de triatlo, atividades para crianças e disputas do MTB Cup (moutain bike).

Quem não gostaria de nadar num paraíso desses? - Foto: Reprodução/Internet

Quem não gostaria de nadar num paraíso desses? – Foto: Reprodução/Internet

A etapa de Paraty do Swim Challenge é organizada pela X3M Sports Business e apresentada pelo SESI, conta com o patrocínio da Prefeitura da cidade de Paraty e apoio de outras marcas como a Speedo. A Pousada Porto Imperial será o hotel oficial dos atletas e as inscrições poderão ser feitas até o dia 8 de abril, portanto acesse o site do evento e faça já a sua. Confira mais detalhes sobre o evento abaixo.

Informações

Data: 11 de abril
Horário: Largada da prova sprint as 10h30 e da prova endurance as 10h45
Local: Centro Histórico de Paraty, em Paraty (RJ)
Percurso: 1,5 km e 3 km
Inscrições: https://www.x3mbrasil.com/inscricoes/inscricoes/xterra-paraty-1

Por Guilherme Freitas


Desafiando os mares de Copacabana
Comentários Comente

swimchannel

No próximo sábado ocorre no Rio de Janeiro o Desafio dos Mares, uma prova de revezamento em águas abertas com um formato dinâmico e bastante desafiador. Disputada no Posto 6 da Praia de Copacabana e organizada pela X3M Sports Business, esta prova será disputada por 144 nadadores divididos em 24 equipes com seis membros cada uma. Este é um dos eventos de águas abertas mais radicais do Brasil e a disputa por equipes é o seu grande diferencial.

Ao todo, serão disputadas quatro baterias com seis equipes na água. Cada atleta completará 200m o que totalizará 1,2 km. O vencedor de cada bateria disputada, mais os dois melhores segundos colocados avançam para a grande final do desafio. Ou seja, para vencer esta competição a equipe precisa vencer sua primeira bateria e depois superar os outros favoritos poucos minutos depois de ter caído na água.

Todos os times precisam ter seis membros e pelo menos um deles deve ser do sexo oposto. Outro detalhe é que a soma entre os nadadores deve ser igual ou superior a 100 anos, uma tentativa de mesclar num mesmo time atletas mais jovens e com outros mais experientes.

Que tal encarar os mares de Copacabana? - Foto: Reprodução

Que tal encarar os mares de Copacabana? – Foto: Reprodução

O percurso pode parecer fácil a primeira vista, mas compreendendo melhor a dinâmica percebe-se que é um evento bem intenso. Após a primeira rodada os nadadores precisaram poupar energia para encarar a grande final, já que precisarão correr alguns metros na areia após deixar a água e enfrentar ao longo de todo o percurso as arrebentações e ondas da Praia de Copacabana.

O Desafio dos Mares também é bem democrático, afinal para disputá-lo não precisa ser nenhum fundista ou especialista em águas abertas. A curta distância também atrai atletas de piscina e velocistas. Exemplo disso foi que na edição do ano passado, João de Lucca (campeão universitário nos Estados Unidos e especialista nas provas de 100m e 200m livre) nadou o evento e integrou a equipe vice-campeã que tinha como capitão o experiente atleta de águas abertas Luiz Lima. Quer exemplo maior de diversidade?

Na véspera da disputa haverá o sorteio para saber quem nadará em cada bateria e um congresso técnico para os responsáveis por cada time. Confira mais sobre o Desafio dos Mares através do site oficial do evento, clicando aqui.

Por Guilherme Freitas


< Anterior | Voltar à página inicial | Próximo>