Topo
Swim Channel

Swim Channel

Categorias

Histórico

Como foi o lançamento da biografia de Poliana Okimoto

swimchannel

10/07/2017 19h35

Acima de qualquer expectativa.

Assim pode ser definido o evento de lançamento do livro Poliana Okimoto, no último sábado, 8 de julho, na Livraria da Vila, em São Paulo.

Não estamos acostumados a presenciar lançamentos de livros cujo assunto é natação competitiva.

Quanto mais biografias.

Temos algumas poucas, como de Maria Lenk (Braçadas e Abraços, lançada em 1986, pela própria ex-nadadora), de Gustavo Borges (Lições da Água, de 2002, também uma autobiografia) e de Edvaldo Valério (Edvaldo Bala Valério: A Braçada da Esperança, lançada há dois anos, pelo jornalista Raphael Carneiro).

Por isso, o aparecimento de uma biografia de uma personalidade da natação brasileira é evento raro.

E talvez justificasse uma boa movimentação no evento de lançamento.

Mas algo como o que se viu no último sábado foi além do que a biografada Poliana Okimoto, os autores Daniel Takata e Helio de la Peña e a Editora Contexto estavam esperando.

A programação original, de 15h às 18h, teve que ser estendida em mais uma hora para que todos pudessem ter seus livros assinados.

Em dado momento, a fila ocupava os três pisos da livraria e saía pela porta.

E, se pensarmos bem, a comoção em torno do lançamento se justifica.

Poliana não é nenhuma novata. Está na elite da natação do país há mais de 20 anos. É um rosto conhecidíssimo e familiar no esporte.

E, afinal de contas, é uma medalhista olímpica. E não qualquer medalhista: a primeira mulher dos esportes aquáticos do país a subir no pódio olímpico. E passou por poucas e boas para chegar no topo.

Pronto. Tudo agora faz sentido.

Joanna Maranhão, uma das personalidades presentes, saiu de Santos rumo ao aeroporto em São Paulo para pegar um vôo para Belo Horizonte e fez questão de sair do caminho para prestigiar o evento – de mala e tudo.

Daniel Takata, Joanna Maranhão e Poliana Okimoto (foto: reprodução/Instagram de Joanna Maranhão)

"Ver a história de uma mulher contada e reverenciada merecidamente é um presente pra todos os amantes dos esportes aquáticos", disse ela, que terminou de ler o livro em apenas um dia.

Etiene Medeiros foi outra que estava envolvida em viagens no dia, e foi praticamente direto do aeroporto de Congonhas, de onde chegou do Rio de Janeiro onde esteve em treinamentos durante a semana, para a livraria. E nem a fila a incomodou.

"O clima estava muito gostoso e revi muitas pessoas que não via há tempos", disse ela. "Tomara que esse livro inspire muita gente."

Etiene Medeiros (foto: reprodução/Instagram de Etiene Medeiros)

Mesmo Poliana e seu marido/treinador Ricardo Cintra, conquistadores de absolutamente todo tipo de glória no esporte e com experiência nas situações mais estressantes e adversas, não escondiam a ansiedade pelo evento. E saíram plenamente satisfeitos.

"Estamos um pouco atordoados até agora com o sucesso", disse Ricardo. "É a realização de um sonho ter essa linda história contada. Ficamos muito emocionados com a presença do público, do pessoal da natação, vários atletas da seleção passaram por lá, o carinho foi muito grande. Foi um dia inesquecível."

O autor Helio de la Peña, com três livros anteriores no currículo, também se mostrou muito surpreso e animado com o número de pessoas que compareceram.

"Eu achava que a gente ia terminar às 18h e eu ia conseguir adiantar meu vôo de volta para o Rio de Janeiro, mas que nada! Sucesso total! Quatro horas assinando os livros, imagino que mais de mil pessoas devam ter passado pela livraria. Fiquei impressionado com a popularidade da Poliana, e como uma medalha olímpica faz a diferença. Fiquei muito feliz por ter participado do projeto e do evento."

Helio de la Peña, Poliana Okimoto e Daniel Takata (foto: reprodução/Instagram Helio de la Peña)

Cesar Cielo e Gustavo Borges, os maiores nadadores da história do país e que contribuíram para a publicação com depoimentos, tentaram estar presentes mas não conseguiram, o primeiro devido a um evento, o segundo por viagem.

Mas nomes de peso não faltaram. A começar pelo presidente da CBDA, Miguel Cagnoni, e seu diretor de natação, Renato Cordani; as já citadas Joanna Maranhão e Etiene Medeiros e também Leonardo de Deus, que em poucos dias embarcarão para disputar o Mundial de Budapeste; os treinadores da seleção Alberto Silva, Fernando Vanzella e Marcio Latuf; ex-nadadoras olímpicas como Flavia Delaroli, Tatiane Sakemi e Jessica Bruin; profissionais que marcaram a carreira de Poliana, como Ismar Barbosa, José Munhoz, Igor de Souza, Eduardo Candiota; e muitos outros.

O legado de Poliana é indelével e o livro busca perpetuar sua história para que sirva de inspiração e motivação para a atual e as próximas gerações.

E o legado do livro em si? Espero sinceramente que, em conjunto com o livro de Edvaldo Valerio lançado há dois anos, sirva como um ponto de partida para que se contem mais histórias inspiradoras da nossa natação. Que haja outros jornalistas que se interessem em contar esse tipo de trajetória. Que apareçam outras editoras como a Contexto que procurem disseminar a história e a memória do nosso esporte.

O trabalho já valeu a pena. Mas, se isso acontecer, talvez nos sintamos um pouco como Poliana Okimoto: pioneira e vencedora.

A Swim Channel está vendendo o livro neste link.

Abaixo, algumas fotos do evento.

Miguel Cagnoni, presidente da CBDA (foto: reprodução/Instagram de Poliana Okimoto)

 

Leonardo de Deus e Bianca Nóbrega (foto: reprodução/Instagram de Leonardo de Deus)

 

Muitas crianças prestigiaram o evento (foto: reprodução/Instagram)

 

Presença da natação feminina: Emily Lopes, Ana Carla Carvalho, Larissa Oliveira, Pâmela Alencar e Tatiane Sakemi (foto: reprodução/Instagram de Ana Carla Carvalho)

 

Amigos da natação: Flavia Delaroli, Tathiana Parmigiano, Jessica Bruin, Carolina Moncorvo e Alberto Silva (foto: reprodução/Instagram de Carolina Moncorvo)

 

Treinador de Poliana no início de sua carreira em águas abertas, Fernando Vanzella esteve presente com a família (foto: reprodução/Instagram de Poliana Okimoto)

 

Professores da academia Guaru Munhoz, onde Poliana se revelou para a natação. Ismar Barbosa, à esquerda, foi seu treinador por dez anos (foto: reprodução/Instagram de Poliana Okimoto)

 

Família de Poliana (foto: reprodução/Instagram de Poliana Okimoto)

Por Daniel Takata

Sobre o Autor

Daniel Takata
Redator da Revista Swim Channel. Tem colaborado com os principais veículos impressos e eletrônicos sobre natação e vem comentando competições no SporTV.

Guilherme Freitas
Jornalista da Revista Swim Channel e correspondente internacional de imprensa da FINA (Federação internacional de Natação), formado pela FMU e pós-graduado em Globalização pela Escola de Sociologia e Política.

Patrick Winkler
Editor- Chefe da Revista Swim Channel, Colunista da Radio Bradesco Esportes FM. Graduado em administração de empresas na Universidade Mackenzie, e pós-graduado em Gestão do Esporte pelo Instituto Trevisan.

Mayra Siqueira
Repórter da Revista Swim Channel e jornalista esportiva da Rádio CBN. É correspondente da FINA (Federação internacional de Natação) no Brasil e é colunista de natação para o Blog Esporte Fino, da Carta Capital.

Sobre o Blog

A Swim Channel é uma editora formada por nadadores que escreve exclusivamente sobre natação sendo eleita a melhor revista do segmento no mundo inteiro no ano de 2012. Através deste Blog, consegue fomentar noticias diárias aumentando o alcance do conteúdo editorial. Acompanhe entrevistas com atletas e personalidades, cobertura dos principais eventos, análises das diversas áreas relacionadas a nossa modalidade.