Topo
Swim Channel

Swim Channel

Categorias

Histórico

Ana Marcela Cunha é bronze no Pan-Pacífico

swimchannel

14/08/2018 00h58

A natação brasileira encerrou sua campanha no Campeonato Pan-Pacífico de Tóquio com mais uma medalha, desta vez nas águas abertas. Um bronze com Ana Marcela Cunha na distância olímpica de 10 km. Disputada na Praia de Hojo na cidade de Tateyama, as maratonas tiveram ao todo 30 nadadores inscritos: 14 no masculino e 16 no feminino, com os americanos sendo a maioria com seis atletas em cada prova. E o tabu permanece firme e forte, com os Estados Unidos sendo a única nação a vencer uma maratona aquática na história da competição internacional.

Para as duas provas foi montado um circuito de 2 km onde os nadadores precisavam completar cinco voltas para totalizar os 10 km. Na prova feminina coube a Haley Anderson, vice-campeã olímpica em Londres-2012, manter a tradição. Após nadar algumas provas na piscina durante o Pan-Pacífico, a americana encarou os 10 km com uma estratégia de manter-se próxima das líderes e atacar apenas na reta final. E a tática deu certo, já que na última volta Haley conseguiu apertar o ritmo para ultrapassar Ana Marcela que vinha até então na liderança e tomar a ponta da brasileira vencendo com o tempo de 2h08min24s8.

Pódio da prova feminina – Foto: Reprodução

Ana Marcela caiu um pouco no final e não só perdeu a liderança para Haley como também a segunda colocação para a australiana Kareena Lee que tocou no pórtico de chegada apenas um segundo a frente da brasileira com o tempo final de 2h08min26s0. Ana Marcela, que vinha de uma disputa da FINA Marathon World Swim Series no Canadá, conquistou uma histórica medalha de bronze em 2h08min27s0. Esta foi a primeira medalha do Brasil nas provas de águas abertas do Pan-Pacífico. Além disso, é mais uma medalha para a carreira de Ana Marcela que até agora só não subiu ao pódio em Jogos Pan-Americanos e Jogos Olímpicos. Viviane Jungblut foi a outra brasileira na prova e terminou na 11ª colocação com a maca de 2h13min57s9.

Entre os homens Jordan Wilimovsky adotou a estratégia de ir crescendo progressivamente e pouco depois da metade da prova já estava na liderança para não perdê-la mais. Assim como Haley Anderson, Wilimovsky havia nadado as provas de piscina em Tóquio. Na semana passada havia vencido os 1500m livre e sagrado-se vice-campeão nos 800m livre. Hoje levou sua terceira medalha em solo japonês ao concluir os 10 km em 1h58min50s5. A seguir chegou o canadense Eric Hedlin, que tentou uma aproximação ao longo de todo o percurso, mas não obteve sucesso. Hedlin nadou para 1h58mis56s7. Por fim o australiano Nicholas Sloman em 1h59min20s8 conquistou a medalha de bronze.

Pódio da prova masculina – Foto: Reprodução

Assim como na prova feminina o Brasil teve dois representantes, mas ficou distante do pódio. Allan do Carmo foi o brasileiro mais bem colocado nas águas da Praia de Hojo, finalizando na quinta colocação com a marca de 1h59min23s. Victor Colonese também nadou abaixo de duas horas e concluir sua prova em 1h59min27s2 encerrando a participação dos homens do país nas águas abertas sem medalha. Os resultados completos podem ser conferidos no site oficial do Pan-Pacífico clicando aqui.

O resultado das águas abertas mostram que Ana Marcela continua evoluindo em sua preparação olímpica, sendo uma das atletas mais regulares do mundo e que é cada vez mais favorita para subir ao pódio em Tóquio-2020. Com cinco medalhas (quatro em piscina e mais uma nas águas abertas) a natação brasileira retorna ao país com um resultado positivo em mais um grande evento internacional e cada vez mais focada em conquistar medalhas daqui a dois anos.

Sobre o Autor

Daniel Takata
Redator da Revista Swim Channel. Tem colaborado com os principais veículos impressos e eletrônicos sobre natação e vem comentando competições no SporTV.

Guilherme Freitas
Jornalista da Revista Swim Channel e correspondente internacional de imprensa da FINA (Federação internacional de Natação), formado pela FMU e pós-graduado em Globalização pela Escola de Sociologia e Política.

Patrick Winkler
Editor- Chefe da Revista Swim Channel, Colunista da Radio Bradesco Esportes FM. Graduado em administração de empresas na Universidade Mackenzie, e pós-graduado em Gestão do Esporte pelo Instituto Trevisan.

Mayra Siqueira
Repórter da Revista Swim Channel e jornalista esportiva da Rádio CBN. É correspondente da FINA (Federação internacional de Natação) no Brasil e é colunista de natação para o Blog Esporte Fino, da Carta Capital.

Sobre o Blog

A Swim Channel é uma editora formada por nadadores que escreve exclusivamente sobre natação sendo eleita a melhor revista do segmento no mundo inteiro no ano de 2012. Através deste Blog, consegue fomentar noticias diárias aumentando o alcance do conteúdo editorial. Acompanhe entrevistas com atletas e personalidades, cobertura dos principais eventos, análises das diversas áreas relacionadas a nossa modalidade.