Topo
Swim Channel

Swim Channel

Categorias

Histórico

Um dia americano em Hangzhou

swimchannel

12/12/2018 18h05

Quem foi ao Centro Olímpico de Hangzhou assistir ao segundo dia de finais do Campeonato Mundial de piscina curta se cansou de ouvir o hino dos Estados Unidos. Afinal, a canção "The Star Spangled Banner" ecoou cinco vezes no complexo de Hangzhou. Um dia especial para a principal potência da natação mundial que além das cinco vitórias, ainda levou outra medalha de prata nas oito finais realizadas na manhã desta quarta-feira.

A primeira delas veio com o revezamento 4x50m medley feminino. O quarteto formado por Olivia Smoliga, Katie Meili, Kelsi Dahlia e Mallory Comerford não encontrou dificuldades e venceu com folga batendo, inclusive, o recorde mundial com 1min42s38. Já o primeiro pódio individual foi naquela que esta sendo considerada por muitos como a melhor prova deste Mundial até o momento: os 100m costas masculino. Uma final com diversos pesos pesados como Ryan Murphy, Mitch Larkin, Matt Greevers, Jiayu Ju, Kliment Kolesnikov e o brasileiro Guilherme Guido. Todos cotadíssimos para conquistar o título mundial.

Guilherme Guido – Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Uma final eletrizante e definida apenas na batida de mão. Guido começou muito bem, nadando forte e liderando a primeira metade da prova passando abaixo do recorde mundial com 23s44. Porém, o brasileiro sentiu e perdeu rendimento na metade final terminando em quinto lugar com 49s75. Na última piscina o brasileiro, que revelou ter nadado para ganhar e arriscado tudo, acabou perdendo espaço para Murphy e Ju que duelaram até o fim pela vitória. Melhor para o americano que levou a melhor: 49s23 contra 49s26.

A terceira medalha americana foi uma surpresa. Nadando na raia 8, Blake Pieroni partiu determinado para conquistar um lugar no pódio dos 200m livre. Ele liderou de ponta a ponta, superando a pressão dos outros atletas no final e faturando seu primeiro título mundial com 1min41s49. Assim como fez nos 200m borboleta, Luiz Altamir começou de forma agressiva, mas não aguentou o ritmo intenso, e terminou em oitavo lugar com 1min42s72. Breno tentou repetir a estratégia das eliminatórias, crescendo na metade final. Até conseguiu, mas um erro na chegada lhe custou a medalha de bronze que escapou por apenas oito centésimos (1min42s36).

O revezamento 4x50m livre misto – Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

Um dos destaques do Mundial até o momento, Olivia Smoliga foi a responsável pela quarta vitória dos Estados Unidos em Hangzhou. Mas não foi uma vitória fácil. A nadadora sofreu até o final com o ataque de Katinka Hosszu e garantiu o ouro apenas na batida de mão: 56s19 contra 56s26. Se os americanos começaram o dia com ouro e recorde mundial, fecharam a campanha da mesma forma. Desta vez com o revezamento 4x50m livre misto. Vitória maiúscula do quarteto Caeleb Dressel, Ryan Held, Mallory Comerford e Kelsi Dahlia que com 1min27s89 também pulverizou a antiga marca mundial.

O Brasil também esteve na final, mas jamais conseguiu entrar na briga por medalhas. O time formado por Matheus Santana, Cesar Cielo, Larissa Oliveira e Etiene Medeiros terminou em quinto lugar com 1min29s91. Desses apenas Larissa já havia caído na água nesta etapa na semifinal dos 100m livre. A brasileira porém, não conseguiu avançar para a final e ficou com o 11º tempo. Femke Heemskerk (51s84) foi a mais veloz das semifinais e amanhã sai na raia 4. Na outra semifinal do dia Dressel (48s93) lidera os oito melhores para a finalíssima de amanhã dos 100m borboleta masculino.

Luiz Altamir e Breno Correia – Foto: Satiro Sodré/SSPress/CBDA

O dia ainda teve outras três finais sem a presença de brasileiros. Nos 100m peito Cameron van der Burgh foi absoluto e bateu o recorde de campeonato com 56s01 faturando o bicampeonato na prova. Atual recordista mundial dos 50m peito, a jamaicana Alia Atkinson que com 29s05 faturou seu primeiro título mundial na distância após três vices consecutivos. Já nos 200m borboleta vitória da superação de Katinka que tirou o ouro de Kelsi Dahlia na batida de mão: 2min01s60 contra 2min01s73. Os resultados completos das finais deste segundo dia estão disponíveis no site da Omega Timing (clique aqui para conferir).

Logo mais, a partir das 23h10 com transmissão do SporTV, acontecem as eliminatórias do terceiro dia com as provas de 100m medley masculino, 50m borboleta feminino, 50m costas masculino, 100m medley feminino, 50m livre masculino, 200m costas feminino, 200m peito masculino e 4x50m medley misto.

Sobre o Autor

Daniel Takata
Redator da Revista Swim Channel. Tem colaborado com os principais veículos impressos e eletrônicos sobre natação e vem comentando competições no SporTV.

Guilherme Freitas
Jornalista da Revista Swim Channel e correspondente internacional de imprensa da FINA (Federação internacional de Natação), formado pela FMU e pós-graduado em Globalização pela Escola de Sociologia e Política.

Patrick Winkler
Editor- Chefe da Revista Swim Channel, Colunista da Radio Bradesco Esportes FM. Graduado em administração de empresas na Universidade Mackenzie, e pós-graduado em Gestão do Esporte pelo Instituto Trevisan.

Mayra Siqueira
Repórter da Revista Swim Channel e jornalista esportiva da Rádio CBN. É correspondente da FINA (Federação internacional de Natação) no Brasil e é colunista de natação para o Blog Esporte Fino, da Carta Capital.

Sobre o Blog

A Swim Channel é uma editora formada por nadadores que escreve exclusivamente sobre natação sendo eleita a melhor revista do segmento no mundo inteiro no ano de 2012. Através deste Blog, consegue fomentar noticias diárias aumentando o alcance do conteúdo editorial. Acompanhe entrevistas com atletas e personalidades, cobertura dos principais eventos, análises das diversas áreas relacionadas a nossa modalidade.