PUBLICIDADE
Topo

Histórico

Categorias

Thomas Gregory o atleta mais novo a atravessar o Canal da Mancha

swimchannel

18/01/2020 16h53

Nadar a Travessia do Canal da Mancha não é para qualquer um. A prova é uma das  mais desafiadoras do mundo e consiste em atravessar a nado o Canal entre a Inglaterra e a França, que tem aproximadamente 33 km de extensão. O Canal da Mancha possui adversidades pelo caminho, como a mudança de correnteza e as temperaturas geladas.

Com 11 anos de idade, mais precisamente 11 anos e 336 dias o jovem inglês Thomas Gregory se tornou o mais novo a completar a temida travessia. O jovem completou 0 percurso no dia 6 de setembro de 1988 em 11h54min. Entretanto, em novembro de 2000, a associação organizadora da prova proibiu menores de 16 anos de tentarem concluir a travessia. Assim, Thomas se tornou o mais jovem a completar a prova e assim será até as regras mudarem.

Tom Gregory – Divulgação

Gregory se mudou para Eltham, no sudeste de Londres, quando tinha seis anos. O clube de natação da cidade era comandado por John Bullet, técnico do jovem para a realização da travessia. "Eu acho que John estava procurando alguém para quebrar outro recorde mundial. Ele viu esse garoto gordinho e pensou – ele parece o tipo de garoto certo", disse Gregory para a BBC.

Foi a partir daí que os treinamentos começaram e que eles decidiram tentar atravessar o Canal. Durante a prova, o garoto comeu biscoitos e sopa de tomate. "Eu sabia que estava nadando rápido. Chegamos a meio caminho em menos de cinco horas, então estávamos nadando sub-10 horas. Naquele ano, acho que isso me daria um Rolex para a prova mais rápida, não importava que era mais novo ", comentou Gregory.

Tom Gregory – Divulgação

Durante a maior parte da prova Gregory só viu John quando ele parava, mas no  final tudo mudou e o menino não perdeu o contato visual com seu técnico. "Ele sabia que eu estava atravessando a barreira da dor", diz. "Ele estava me encorajando, mas era horrível. A certa altura eu estava choroso. Mas estava com muito medo de parar. Não tinha medo de nada – só tinha medo de não completá-la.", disse.

Ele lembra a emocionante chegada. "Eu estava atordoado, confuso. Estava em água fria por 12 horas, com uma alta taxa de esforço. Me disseram que você precisava dar três passos sem ajuda depois de chegar à terra, caso contrário você não conseguiria. Esses passos se tornaram imensamente importantes. Acabei dando três passos e me sentei. Lembro-me de estar rodeado de pessoas me abraçando.", relembra o nadador. Cinco meses depois que Gregory quebrou o recorde, John morreu. Ele tinha 50 anos.

Tom Gregory – Divulgação

Gregory está agora com 39 anos, fez universidade e depois entrou para o exército britânico.  Ele serviu no Iraque e no Afeganistão e trabalha agora para uma empresa de contabilidade. Vive na cidade de Surrey com sua esposa e filha. Para a BBC ele confessou que continua nadando mas não na mesma frequência. "Eu ainda nado, mas não o suficiente como deveria. A rotina de um adulto de alguma forma atrapalha", disse.

Ele dá palestras sobre a travessia até hoje, mesmo depois de 30 anos do dia em que entrou para a história. Gregory escreveu o livro "A Boy in the Water" sobre os detalhes do feito. O livro foi lançado em 2018 e pode ser encontrado para venda aqui.

Tom Gregory today

Tom Gregory atualmente – Foto: BBC/Reprodução

* Matéria realizada com informações da BBC News. Mais detalhes aqui: bbc.com/news/magazine-35341642.

Sobre o Autor

Daniel Takata
Redator da Revista Swim Channel. Tem colaborado com os principais veículos impressos e eletrônicos sobre natação e vem comentando competições no SporTV.

Guilherme Freitas
Jornalista da Revista Swim Channel e correspondente internacional de imprensa da FINA (Federação internacional de Natação), formado pela FMU e pós-graduado em Globalização pela Escola de Sociologia e Política.

Patrick Winkler
Editor- Chefe da Revista Swim Channel, Colunista da Radio Bradesco Esportes FM. Graduado em administração de empresas na Universidade Mackenzie, e pós-graduado em Gestão do Esporte pelo Instituto Trevisan.

Mayra Siqueira
Repórter da Revista Swim Channel e jornalista esportiva da Rádio CBN. É correspondente da FINA (Federação internacional de Natação) no Brasil e é colunista de natação para o Blog Esporte Fino, da Carta Capital.

Sobre o Blog

A Swim Channel é uma editora formada por nadadores que escreve exclusivamente sobre natação sendo eleita a melhor revista do segmento no mundo inteiro no ano de 2012. Através deste Blog, consegue fomentar noticias diárias aumentando o alcance do conteúdo editorial. Acompanhe entrevistas com atletas e personalidades, cobertura dos principais eventos, análises das diversas áreas relacionadas a nossa modalidade.

Blog Swim Channel